Skip to content

Quero parar de fumar! A psicologia pode me ajudar?

17/10/2009

Vamos falar sobre o cigarro…

Estudos do Instituto Nacional do Câncer mostram que aproximadamente um terço da população brasileira adulta fuma. A severidade da dependência ao tabaco é evidenciada mostrando que apenas 5% dos usuários conseguem parar de fumar sem ajuda especializada.

O cigarro contém mais de quatro mil substâncias químicas, mas o tabaco é o responsável pela dependência.

Pulmão saudável X Pulmão fumante

A seguir temos uma pequena amostra do que preocupa os pesquisadores com relação ao fumo e à saúde:

  • Câncer de Pulmão: 87% das mortes por câncer de pulmão ocorrem entre os fumantes.
  • Doenças Cardíacas: os fumantes correm um risco de 70% maior de apresentar doenças cardíacas
  • Câncer de Mama: as mulheres que fumam 40 ou mais cigarros por dia têm uma probabilidade 74% maior de morrer de câncer de mama.
  • Deficiências Auditivas: os bebês de mulheres fumantes têm maiores dificuldades em processar sons.
  • Complicações da Diabetes: os diabéticos que fumam ou que mascam tabaco correm maior risco de ter graves complicações renais e apresentam retinopatia (distúrbios da retina) de evoluções mais rápidas.
  • Câncer de Cólon: dois estudos com mais de 150.000 pessoas mostram uma relação clara entre o fumo e o câncer de cólon.
  • Asma: a fumaça pode piorar a asma em crianças
  • Predisposição ao Fumo: as filhas de mulheres que fumavam durante a gravidez têm quatro vezes mais probabilidade de fumar também.
  • Leucemia: suspeita-se que o fumo cause leucemia mielóide.
  • Memória: doses altas de nicotina podem reduzir a destreza mental em tarefas complexas.
  • Depressão: psiquiatras estão investigando evidências de que há uma relação entre o fumo e a depressão profunda, além da esquizofrenia.
  • Outros perigos a acrescentar à lista: câncer da boca, laringe, gargantas, esôfago, pâncreas, estômago, intestino delgado, bexiga, rins e colo do útero; derrame cerebral, ataque cardíaco, doenças pulmonares crônicas, distúrbios circulares, úlceras pépticas, diabetes, infertilidade, bebês abaixo do peso, osteoporose e infecções dos ouvidos.

De tudo isso eu já sei, mas como posso parar de fumar?

Existem dois tipos de tratamento que aliadas trazem um resultado significativo:

  • Terapia Cognitivo Comportamental (psicólogo): com mudança de crenças e comportamentos que o levam ao fumo.
  • Terapia medicamentosa (médico): terapia reposição nicotina adesivo, goma de mascar, inalador e aerossol. Bupropiona, nortriptilina e clonidina.

Sabemos que não é nada fácil ou simples parar de fumar, pois todo seu corpo fica viciado. Este vício é causado pelo tabaco (nicotina) e dentro do cigarro ainda existem inúmeros componentes que não são viciantes, mas fazem mal a saúde.

Muitos procuram no cigarro um alívio para o stress… é como se fumando um cigarro a pessoa se sentisse mais calma e relaxada.

Você sabe por que isso acontece?

Porque ao fumar um cigarro, o tabagista respira devagar e profundamente, e isso é uma forma eficiente de relaxamento. O que o fumante não sabe é que esta forma de respirar pode ajudá-lo sem o cigarro! Ao fazer a respiração diafragmática ele conseguirá o mesmo resultado sem os malefícios do cigarro. O que faz com que o fumante se sinta mais aliviado naquele momento é como a respiração é feita para o ato…

Então porque é difícil parar de fumar?

Deixar de fumar passa a ser difícil por que agora existe o vício do tabaco, os rituais e mecanismos emocionais que se desenvolvem a partir daí. É por isso que é tão difícil essa parada, mas felizmente hoje temos mais uma ferramenta de ajuda: tratamento médico/psicólogo dependendo do grau de vício.

Algumas dicas que podem auxiliá-lo a parar de fumar:

  • Aprenda a lidar com o stress… a maneira antiga era fumar… então, ache novas maneiras de lidar com situações estressantes da vida, inclusive aceitar o que não pode modificar
  • Escrever as coisas que estão causando estresse e colocar possíveis alternativas de soluções para cada uma delas
  • Pense nas coisas boas que possui e faça novos projetos que lhe tragam prazer e bem estar
  • Comer e dormir de forma saudável
  • Fazer exercício físico, se não se exercitar, caminhar pelo menos 20 minutos
  • Tire alguns minutos por dia para você relaxar: meditando, escutando uma música que goste ou qualquer outra coisa que lhe traga uma sensação de bem estar
  • Utilize com freqüência a respiração diafragmática

Pense nisso:

É possível abandonar o vício do cigarro com tratamento adequado (sem sofrimento) e ter uma qualidade de vida mais saudável e satisfatória. Só depende de você…

.

Patrícia Mantovani e Flávio Mesquita

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. Viviane permalink
    15/10/2010 19:30

    Parabéns para você que conseguiu para de fumar.

    • Patrícia Mantovani permalink*
      17/10/2010 01:31

      Olá Viviane, realmente estão de parabéns as pessoas que conseguem parar de fumar. É importante salientar que neste processo, pode-se contar cada vez mais com a ajuda de medicamentos e de terapia para o sucesso dessa difícil, mas não impossível tarefa.
      Obrigada pela participação.
      Abço

  2. Marcelo permalink
    11/07/2010 12:48

    Muito bom e relevante este artigo. me ajudou muito.

    • Flávio Mesquita permalink*
      11/07/2010 21:45

      Que bom Marcelo !

      Se sua intenção é parar de fumar toda ajuda é necessária, pois não grata-se de tarefa fácil … mas é possível e sem dúvida vale qualquer esforço.

      Abç e boa sorte !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: