Skip to content

Resiliência (com vídeo)

29/09/2009

É um conceito amplamente usado no âmbito psicológico, mas que foi originalmente adotado da física. No dicionário Michaelis figura como:

……….resiliência

……….re.si.li.ên.cia

……….sf (ingl resilience) 1 Ato de retorno de mola; elasticidade. 2 Ato de recuar (arma de fogo); coice.

……….3 Poder de recuperação.4 Trabalho necessário para deformar um corpo até seu limite elástico.

.

Hum… poder de recuperação… começa a ficar claro o porquê de ser algo tão importante psicologicamente falando. A capacidade de voltar a ser o que era antes de sofrer alguma força ou ação capaz de criar deformação é, sem dúvida, algo notável.

Ainda no campo da física, você se lembra do Caso Roswell que aconteceu nos EUA na década de 40, quando supostamente houve a queda de um disco voador? Mesmo envolto em inúmeras controvérsias e muitas perguntas sem resposta, uma das coisas que chamou a atenção daqueles que, teoricamente, tiveram acesso ao material recolhido na área do acidente, foi justamente a característica resiliente do material: por mais que se deformasse o metal, ele sempre voltava a sua forma original.

Já pensou ter um carro feito de material resiliente? Que bom seria que o paralamas simplesmente voltasse à forma original após uma batida, não é mesmo?

Verdadeira ou não, a característica resiliente do material foi utilizada como um dos principais argumentos para enaltecer a característica especial desse metal, tanto que se afirmava que tinha que ser algo alienígena, pois não conhecíamos nada que se aproximasse daquilo. Isso pode servir como incentivo para que usemos a resiliência a nosso favor no campo da psicologia: se é assim tão sedutora a idéia de ter acesso a um material resiliente, porque não fazer um esforço no sentido de exercitar a capacidade resiliente na minha própria maneira de ser?

O que pode aparecer da forma mais simples na sabedoria popular como “levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima” ou ainda “não importa quantas vezes eu caia desde que tenha a capacidade de levantar apenas uma vez a mais” dá sinais de que se reconhece o valor dessa característica.

A boa notícia é que tal competência pode ser trabalhada e fortalecida pelo trabalho terapêutico… não é necessário ser um alienígena para ser resiliente! Na abordagem Cognitivo Comportamental a utilização da reestruturação cognitiva permite que o sujeito reflita profundamente sobre suas ações, decisões e suas consequências, fazendo com que ele se torne cada vez mais apto a fazer escolhas que lhe sejam positivas ao invés de apenas resultado de uma inérica ou de um “piloto automático” que se estabeleceu em sua atitude ao longo dos anos.

Reconquistar uma condição gratificante, promissora ou simplesmente relaxada na vida após situações que nos inflingem dor e sofrimento é algo que pode ser investido em terapia. A resiliência pode fazer toda a diferença em como a pessoa consegue lidar com as questões que são inerentes a existência de todos.

Veja esse vídeo organizado por Karine Bigheline que está disponível no Youtube e por isso tomamos a liberdade de aqui reproduzir:

.

.

E você consegue ser resiliente? Comente sua experiência !

Patrícia Mantovani e Flávio Mesquita

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. maria helena permalink
    04/10/2009 19:55

    Tenho acompanhado o trabalho de vocês e estou cada vez mais animada pois ao lê-los vou percebendo o quanto são úteis. Continuem trabalhando, pois assim estarão ajudando muita gente. Abraços

    • Flávio Mesquita permalink*
      04/10/2009 19:58

      Olá Maria Helena,

      Você não sabe como é gratificante receber um retorno como o seu! Muito obrigado pelo incentivo e pode ter certeza que continuaremos nosso trabalho sim !

      Um abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: