Skip to content


Logo Psicologia

Atendimento psicológico individual a adolescentes,

adultos e terapia de casal.

.

  • Psicólogo:

    Flávio Mesquita CRP: 06/93.408

Contato : 

Fone:(16) 99234-1943

E-mail: flaviomesquita@psicologiacomportamental.net

  • Psicóloga e Hipnóloga:

    Patrícia Mantovani CRP: 06/93.406

Contato :

Fone: (16) 99156-0753

E-mail: patriciamantovani@psicologiacomportamental.net

.

A terapia…

.

  • Atendimento psicológico individual a adolescentes e adultos em terapia para autoconhecimento.

  • Atendimento psicológico individual a adolescentes e adultos com problemas de stress, depressão, ansiedade, síndrome do pânico, TOC, problemas sexuais, transtorno de humor, transtorno de personalidade, entre outros.

  • Atendimento com hipnose condicionativa para tratamento de obesidade, depressão, traumas, timidez, síndrome do pânico, entre outros.

A Terapia Cognitivo Comportamental é ressaltada pelo seu pragmatismo e rapidez na obtenção de resultados, no combate ao sofrimento psíquico ou mesmo no trabalho de autoconhecimento.

Ela se distingue por uma grande quantidade de pesquisas que examinaram suas teorias básicas e demonstraram a eficácia do tratamento, por isso, tem sido cada vez mais reconhecida tanto pelos profissionais da área de saúde, como pelo usuário que a ela recorre.

A origem da abordagem…

.

A Terapia Cognitivo Comportamental teve início nas décadas de 50 e 60. Sua fundamentação teórica originou-se a partir dos princípios comportamentais de Pavlov e Skinner.

Mais recentemente, Aaron Beck contribuiu de forma determinante na constituição de um modelo psicológico baseado em intervenções cognitivas, calcadas sobre a inter-relação do pensamento, emoção e comportamento.

Beck também ajudou a entender e a modificar a forma de tratamento psicológico de várias condições como a depressão, ansiedade e transtorno de pânico.

Beck definiu a Terapia Cognitiva como:  “ela se fundamenta na racionalidade teórica de que o afeto e o comportamento de um indivíduo são em grande parte determinados pelo modo como ele estrutura o mundo”. Ou seja, o que é responsável pelas emoções e comportamentos não são os eventos em si, mas os pensamentos ou interpretações que fazemos dos fatos.


” Nenhuma circustância exterior substitui a experiência interna.
E é só à luz dos acontecimentos internos que entendo a mim mesmo.
São eles que constituem a singularidade de minha vida.” – Carl Gustav Jung

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 238 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: